• 28/09/2018

    TRIGO: Resultados e novas tecnologias pautaram dia de Campo em Três de Maio

    Uma das estações da COTRIMAIO

    Evento reuniu produtores da região

    A COTRIMAIO em parceria com a SETREM, SICREDI e EMATER, realizaram na sexta-feira, 28, o tradicional Dia de Campo ‘Culturas de Inverno’, que reuniu produtores, técnicos e acadêmicos da região, junto ao campus da SETREM em Três de Maio.

    Os participantes receberam informações distribuídas em cinco estações, com abordagens referentes a materiais genéticos de trigo, manejo e aplicação de nitrogênio em trigo x produtividade, materiais genéticos de canola e na última estação o tema trabalhado foi trigo: rendimento com rentabilidade.

    Esta edição contou com o apoio da Embrapa, Biotrigo, LG sementes, Sindicato Rural de Três de Maio, Embrapa Trigo, Advania, OR Sementes, Coodetec, Fundação Pró Sementes, High Tech, Atlantica e Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Três de Maio.

  • 17/09/2018

    COTRIMAIO encaminha projetos junto a OCERGS/SESCOOP

    Gerson Lauermann, Vergilio Perius, Vanderlei Cadores e Silceu Dalberto

    Verbas visam a qualificação de funcionários e associados

    Na semana passada o Presidente da COTRIMAIO, Silceu Dalberto acompanhado do Diretor Executivo Vanderlei Cadore, estiveram reunidos com o Presidente da OCERGS, Vergilio Perius e o Superintendente Técnico-operacional do SESCOOP –RS Gerson Lauermann, na capital do Estado. O objetivo do encontro foi agradecer a importante parceria da entidade com a cooperativa neste ano e encaminhar novas demandas para 2019.

    Silceu Dalberto destaca que os novos projetos visam dar continuidade ao ritmo de qualificação das equipes de funcionários e também para os associados e seus familiares, o que é importante para o crescimento da COTRIMAIO e o desenvolvimento da região onde atua. “As novas propostas foram muito bem recebidas e obtivemos a promessa que de deverão serem contempladas no próximo ano”, finaliza ele.

  • 12/09/2018

    TRIGO: Lavouras em bom desenvolvimento na área da COTRIMAIO

    Geadas não afetaram a cultura na região

    Com clima favorável a expectativa de produtividade anima triticultores

    Conforme avaliação do Engenheiro Agrônomo da COTRIMAIO, Charles André Neuhaus, na área de atuação da cooperativa a cultura do trigo vem apresentando um bom desenvolvimento desde o inicio de sua implantação, teve uma germinação uniforme e nesse momento encontramos lavouras em varias fases de desenvolvimento, mas a maioria encontra-se espigado ou em fase de espigamento. Conforme a equipe técnica da COTRIMAIO, as fortes geadas que ocorreram na ultima semana de agosto ocasionaram poucas perdas.

    Com uma área próxima a 55 mil hectares, na região de atuação da COTRIMAIO a cultura do trigo se mostra uma importante opção de inverno, ajudando na cobertura de solo, formação de palhada, diluição dos custos fixos, além de gerar uma importante receita, que na maioria das vezes e usado para a formação da lavoura de soja. “O clima para o desenvolvimento do trigo é considerado bom, apesar de um mês agosto chuvoso e com dias nublados, a cultura se apresenta com bastante sanidade e um bom potencial produtivo, nessa ultima semana o sol voltou a aparecer favorecendo em muito o seu desenvolvimento”, destaca ele.

    Charles André Neuhaus alerta que nesse momento os principais cuidados com o trigo se referem a doenças como ferrugem da folha e giberela que podem se acentuar em decorrência do clima principalmente calor e umidade o que prejudicam em muito a produtividade e qualidade comercial do produto. A principal forma de controle dessas doenças é o controle com o uso de fungicidas recomendados a cultura.

    “Pedimos aos associados que na duvida da identificação das doenças e possíveis controles solicite a visita de um dos nossos técnicos para ajudar no acompanhamento de sua lavoura e na recomendação dos melhores produtos e momentos de aplicação. Os maiores investimentos na cultura já foram realizados que são a semente e adubação e não podemos limitar a produtividade por falta de tratos culturais”, finaliza.